Uncategorized

Divulgação das Inscrições Bienal de Coruche| Percursos com Arte 2017

Vídeo de divulgação das Inscrições Bienal de Coruche| Percursos com Arte 2017

 

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Bienal de Coruche – Percursos com Arte 2017 | Preparação

Está em preparação mais uma edição da Bienal de Coruche – Percursos com Arte.
Em 2017 voltaremos a incidir na abordagem artística da Instalação. À semelhança do que tem acontecido é objetivo deste concurso intervir num percurso urbano de cariz rural pré-estabelecido, onde as obras selecionadas tenham, nas suas variadíssimas formas de expressão, um impacto e uma presença significativa no meio e lugar escolhido. Com esta edição, em termos temáticos, pretende-se reforçar a articulação entre a obra e o contexto da sua inserção, criando uma simbiose entre a obra artística e o espaço que a envolve. O percurso desvia-se, nesta próxima edição, para o rio e a sua margem direita, a jusante do centro da vila, com um possível apontamento na entrada poente/oeste do centro histórico. A relação com os valores urbanos e arquitetónicos permanece de forma mais discreta, no entanto o olhar não se consegue abstrair das infraestruturas que paralelamente o acompanham acrescentando uma mais-valia ao estímulo dos artistas.

As datas que importam, conforme os pontos 11, 21 e 23 das Normas de participação, são:
  • entrega das propostas até ao dia 25 de agosto de 2017;
  • nos primeiros dias de setembro faz-se a avaliação e informam-se os participantes;
  • os projetos selecionados serão concretizados entre os dias 25 a 29 de setembro 2017;
  • a inauguração será a 30 de setembro.

Tendo em conta que estamos com uma amplitude temporal ainda grande pode haver pequenas alterações nestas mesmas datas.

Contamos, desde já, com a vossa participação neste concurso que cada vez mais tem vindo a cimentar-se no panorama artístico do país.

Percurso

 percurso_bienal_2017

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Bienal de Coruche – Percursos com Arte 2015 | Balanço

A edição de 2015 deu continuidade ao processo iniciado em 2013, oferecendo aos visitantes a possibilidade de contactarem com manifestações artísticas de exterior que, dadas as suas características, têm um maior impacto visual, sendo a instalação a sua principal forma de expressão.

Assim, na sequência de um percurso iniciado em 2003, com o I Salão de Artes Plásticas, e sendo 2011 um ano de balanço e de reflexão sobre os resultados alcançados, que nos presenteou com uma mostra expositiva do trabalho desenvolvido pelos autores distinguidos desde a primeira edição, 2015 trouxe-nos uma experiência estética em linguagem publicitária, de dupla valência: a arte na mensagem/a mensagem na arte. O objetivo desta edição foi uma chamada de atenção para os valores do concelho e da vila em particular. Certo é que as instalações artísticas nos remeteram para a ambiguidade deste tipo de manifestação enquanto expressão plástica, crítica social e veículo de intervenção no espaço público.

Sorria foi a peça Distinção Bienal de Coruche 2015, da autoria de Cláudio Garrudo. As duas menções honrosas foram atribuídas a Espigar, de Ester Monteiro, e a Quercus Carbonis, de IPU Collective, esta última igualmente com Distinção do Público.

Foi também um percurso fortemente marcado pela segunda edição da iniciativa Envolvências Locais, projeto que conectou a comunidade coruchense, mostrando o que de melhor os nossos artistas locais, profissionais e amadores, realizam. Este ano, com a intervenção artística Vestida de Lobeira, conciliou-se identidade e inovação. Centenas de mãos revestiram de malha e cor a Praça da Liberdade. Desfrutámos ainda do olhar apaixonado pela fotografia, com a presença de 20 autores coruchenses que, ao longo do percurso, apresentaram uma seleção dos seus inúmeros registos, fixando momentos e elementos do património natural e cultural do concelho.

Sendo inegável o interesse da Bienal de Artes de Coruche-Percursos com Arte na sociedade cultural do nosso concelho, despedimo-nos de 2015 perspetivando já a edição de 2017…

 

 

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Bienal de Coruche – Percursos com arte 2015 | Avaliação de projetos

Após a avaliação dos projetos a concurso na manhã de sábado, dia 26, o evento foi inaugurado pelas 15h30 no auditório do Museu Municipal, com a apresentação geral do projeto.

A Distinção Bienal de Coruche foi para a peça Sorria, de Cláudio Garrudo. Foram ainda atribuídas duas menções honrosas, a Quercus Carbonis, de IPU COLLECTIVE e Espigar, de Ester Monteiro.

alt alt alt

 O espetáculo de abertura “Coruche meets POP ART” esteve a cargo da Associação Cultural Conta Cenas em co-produção com os Caducado Associação Cultural. A visita ao percurso começou pelo mural “Vigilantes” dos ARM Collective (obra em curso), Praça da Liberdade “Vestida de Lobeira”, Espaço Malhas na Galeria do Mercado Municipal, obras a concurso e exposição de fotografia sobre Coruche no percurso delineado no centro histórico da vila.

 

 

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Bienal de Coruche – Percursos com Arte 2015 | Divulgação

Conheça o spot promocional da Bienal de Coruche- Percursos com Arte e venha assistir à inauguração no próximo dia 26 de setembro de 2015 (sábado) pelas 15h30 no Museu Municipal de Coruche.

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Um evento que valoriza a arte. Participem!

Em pleno coração da vila de Coruche, como podem observar, são 10 os locais onde podem mostrar os vossos trabalhos. Dêem-nos a conhecer Coruche através da vossa criatividade artística, com total liberdade para utilizarem as mais diversas tipologias e formas de arte. Procuramos, com este concurso, uma nova abordagem de comunicação e divulgação do património deste Concelho.
Aceitem o nosso desafio, ainda faltam alguns dias para participarem!

Ainda, identificados com LETRAS, estão indicados os sítios onde as mostras do projeto envolvências Locais estão disponíveis para fruição.

Mapa do percurso ,

Mapa percurso

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Aceitem o nosso desafio !

Aproxima-se a 6.ª edição da Bienal de Artes de Coruche.
Desafiam-se os artistas a não perderem esta oportunidade de criar, apresentar e valorizar os seus trabalhos, sob o tema CORUCHE. Se a sua obra for selecionada o valor da distinção é de 4000€. O limite para entrega dos projetos é dia 23 de agosto (domingo), na receção do Museu Municipal.
Para mais informações consultem os meios de divulgação do Município e do Museu: sites, facebook e blogue oficial do evento (https://bienaldecoruche.wordpress.com).

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Bienal de Coruche – Percursos com Arte 2015 | Spot

Vídeo Spot Bienal de Coruche 2015 | Percursos com Arte

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

VI Edição da Bienal de Coruche – Percursos com arte

2015… Praticamente dois anos passaram desde a explosão artística que invadiu as ruas do centro histórico da vila de Coruche, com a inauguração do evento Percursos com arte – Bienal de Coruche 2013. Prepara-se agora uma nova apresentação, que se quer uma vez mais dinâmica e de descoberta, despertando nos públicos as mais diversas sensações.
À semelhança da edição anterior estarão 10 obras a concurso, envolvendo vários autores, no entanto com algumas novidades. Foram alargados os temas que servem de base à criação artística, promovendo o património local, cultural e natural, passando pela história, arquitetura, etnografia, biodiversidade, entre outros – numa mensagem de valorização e divulgação deste território como suporte de criação artística.
Paralelamente também a atividade Envolvências locais irá apresentar, entre outras, uma mostra expositiva integrada num projeto único, mantendo como objetivo principal a forte ligação e participação da comunidade local.
Participe.

Normas de Participação

Percurso

Ficha de inscrição

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Cartaz 2015

Cartaz Bienal 2015

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Selecção das Obras

Chegou ao fim mais uma edição da Bienal de Artes Plásticas de Coruche.
Nesta edição deu-se expressão a uma nova forma de abordagem artística – a Instalação –, a qual pretendeu criar maior impacto junto do público, definindo a rua como espaço expositivo, num percurso que integrou o Centro Histórico.

Recordamos que foram apresentados 50 projetos a concurso, de 35 artistas nacionais e estrangeiros, tendo o júri selecionado 10 cuja lista se apresenta e que foram concretizados pelas ruas do Centro Histórico, Jardim 25 de Abril, Parque do Sorraia e Mercado Municipal.

Listagem dos projetos selecionados:

André Banha – Segurei-te o pôr do Sol
Segurei-te o pôr do Sol

Andreia Santana – Playground: requisitos para uma superfície de queda I
Playground: requisitos para uma superfície de queda I

António Barros – autofA(l)gias
autofA(l)gias

Catarina Nunes – Contaminação onírica
Contaminação onírica

Jorge Francisco – O casulo. «A metamorfose»
O casulo. «A metamorfose»

Leonor Antunes – Toco-te
Toco-te

Marta de Aguiar – Pasto e repasto
Pasto e repasto

Miguel F e Andreia Ruivo – Do admirável mundo dos distraídos para querida rua dos outros
Do admirável mundo dos distraídos para querida rua dos outros

Paulo Almeida – Cabeça de vento / Cabeça perdida
Cabeça de vento / Cabeça perdida Sente

Susana Aleixo Lopes – Sente
sente-se

No dia 28 de setembro, data inaugual, o júri de premiação reuniu e distinguiu as seguintes Instalações:
Distinção Bienal de Coruche-Percursos com Arte – Segurei-te o Pôr-do-Sol de André Banha
Menção Honrosa – Toco-te de Leonor Antunes
Menção Honrosa – Pasto e Repasto de Marta de Aguiar
Menção Honrosa – Do Admirável Mundo dos Distraídos para a Querida Rua dos Outros de Miguel F e Andreia Ruivo

Foi ainda atribuída a Distinção do Público, no dia 04 de outubro, através de voto online no facebook, a Instalação Pasto e Repasto de Marta de Aguiar

Paralelamente, a criação de um projeto complementar – Envolvências locais –, que transformou as ruas da vila numa enorme galeria de arte, permitiu ao público aceder às mais diversas obras produzidas por 40 artistas coruchenses, ou que de alguma forma estavam ligados a Coruche através da arte, e que foram complementadas pelos trabalhos de mais de 300 munícipes.

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Cartaz 2013

Bienal de Coruche 2013

Categories: Uncategorized | 2 comentários

Exposição Percursos da Bienal de Coruche – de 30 de Setembro a 16 de Outubro

Exposição de trabalhos recentes realizados pelos artistas distinguidos na Bienal de Coruche entre 2003 e 2009

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Bienal de Coruche – 2011 – Esclarecimentos

A Bienal de Coruche já faz parte do património cultural da vila e é com crescente expectativa que de ano para ano temos assistido à sua consolidação enquanto fenómeno artístico, acarinhado quer nos meios artísticos quer por quem nos visita. Contudo, pelo menos para aqueles que têm estado directamente envolvidos neste projecto, ficou sempre a impressão de que poderíamos (deveríamos) ter ido mais longe. Aliás, este sentimento tem sido o motor da vontade para que, de edição em edição, pudéssemos ir ultrapassando as dificuldades naturais que a interioridade padece.
Já em 2007 e 2009 nos referíamos à questão da falta de espaço próprio – forte impedimento à melhoria das condições funcionais e qualitativas da Bienal – e da escassez de meios económicos que, apesar do louvável empenho da Câmara de Coruche, na pessoa do seu presidente, tem constituído outro obstáculo.
Num ano em que todo o país se vê na necessidade de racionalizar recursos e optimizar investimentos, não seria de esperar que os aspectos culturais pudessem competir com outros mais primários, nomeadamente quando continuamos licitamente a ambicionar mais e melhores meios. E é também numa perspectiva de desígnio nacional que neste ano, ano de bienal, tomámos a decisão de interromper o ciclo. Assim, em 2011 não haverá Bienal de Coruche.
Mas é apenas uma interrupção. Com ela esperamos criar melhores alicerces para um crescimento sustentável, uma janela de oportunidade que nos permita atingir os objectivos traçados desde o início e de algum modo sempre adiados.
Não vamos ter Bienal mas não implica necessariamente que não evoquemos o que de melhor nos trouxe. Iremos, assim, promover uma mostra de trabalhos dos autores premiados desde a primeira edição da Bienal de Coruche, o que nos permitirá ter uma visão geral da sua evolução. Tendo já a confirmação da maioria dos distinguidos, será um momento de encontro e reflexão, sempre necessário quando se pretende ser melhor.
Por uma melhor e maior Bienal.

Carlos Janeiro
COMISSÁRIO DA BIENAL DE CORUCHE

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.